Por Que a Respiração Celular Depende da Respiração Pulmonar?

A respiração celular depende da respiração pulmonar porque a respiração celular só acontece na presença do oxigênio que é obtido através da respiração pulmonar.

O que é Respiração Celular?

A respiração celular é o processo onde as ligações químicas das moléculas dos alimentos que ingerimos são convertidas em energia (ATP – trifosfato de adenosina, considerada a moeda de energia da vida) para ser usada nos processos vitais. O principal combustível da respiração celular é a glicose, mas outras fontes também são utilizadas, como proteínas, gorduras e hidratos de carbono.

A respiração celular pode ser de dois tipos: anaeróbia (sem oxigênio) ou aeróbia (com oxigênio).

Etapas da Respiração Celular Aeróbica

A respiração celular aeróbia é realizada por células eucarióticas, sendo a mitocôndria a principal organela onde ocorre esse processo nas células animais, que inclui 3 etapas:

  1. Glicólise (“quebra” da glicose), que ocorre no citosol;
  2. Ciclo de Krebs ou TCA (ciclo do ácido tricarboxílico), que ocorre na matriz da mitocôndria;
  3. Fosforilação oxidativa, que acontece na membrana mitocondrial interna por meio da cadeia de transporte elétron.

É através da respiração celular que os seres vivos obtêm energia, basicamente pelo processo de quebra da glicose na presença de oxigênio, cuja equação é C6H12O6 + 6O2 → 6CO2 + 6H2O + energia.

  • A primeira parte da equação refere-se à glicose (energia química) mais o O2 (presença obrigatória do oxigênio);
  • Acontece, então, a conversão para CO2 (gás carbônico), H2O (água) e energia, que se perde parcialmente sob a forma de calor e armazena-se, também parcialmente, sob a forma de ATP, que é produzida a partir do piruvato (produto final da glicólise) no ciclo de Krébs.

Respiração Celular e Fermentação

A fermentação ocorre no processo de respiração anaeróbica, sem a presença de oxigênio. Esse tipo de respiração tem duas etapas:

  1. Glicólise (“quebra” da glicose) – produz duas moléculas de ATP e piruvato;
  2. Fermentação – o piruvato é utilizado para produzir etanol e NAD + ou lactato e NAD +.

O interessante é que não só as células procarióticas realizam esse tipo de respiração celular, mas também as células eucarióticas quando o nível de oxigênio está baixo.

Um exemplo disso é quando as células musculares trabalham intensamente, mas o fornecimento de oxigênio cessa e elas precisam recorrer ao ácido láctico para suprir as funções celulares com ATP.

Respiração Pulmonar

A respiração pulmonar é o processo por onde o nosso organismo obtém oxigênio e expele gás carbônico através da inspiração e expiração. É através da respiração pulmonar que o oxigênio é disponibilizado para as células realizarem a respiração celular.

A respiração pulmonar acontece da seguinte maneira:

  1. O ar é inspirado e entra pelas fossas nasais, onde é filtrado, umedecido e aquecido;
  2. O ar passa pela faringe, depois pela laringe e pela traqueia, que mantém a sua umidade e aquecimento;
  3. O ar segue pelos brônquios e bronquíolos até chegar aos alvéolos pulmonares (estruturas que ficam dentro dos pulmões) e entrar em contato com os vasos capilares, onde o oxigênio se liga à hemoglobina (proteína presente nas hemácias responsável pelo transporte de oxigênio no sangue) e é transportando para as células através do sangue;
  4. O gás carbônico que está presente no sangue entra nos capilares e faz o caminho inverso, sendo expelido através do movimento respiratório da expiração para fora do organismo.

Leia também:

Por Que Morremos?

Por Que o Estudo das Células é Importante para Nossa Saúde?

Por Que Soluçamos?