» » Por Que Ocorrem Terremotos?

Por Que Ocorrem Terremotos?

Os terremotos ocorrem porque as placas tectônicas que formam a crosta terrestre se chocam entre si, liberando energia e causando tremores nas regiões próximas ao encontro de duas placas.

O Que São Terremotos e Por Que Ocorrem?

Terremotos são tremores na crosta terrestre, a camada mais externa do planeta (litosfera), que é dividida em grandes blocos chamados de placas tectônicas. Essas placas, por sua vez, flutuam sobre o magma, um líquido quente e pastoso presente no centro da terra que é expelido pelos vulcões em atividade.

O local na superfície terrestre onde a primeira onda sísmica do terremoto é sentida é chamado de epicentro. Hipocentro é a parte interna da terra onde se origina o terremoto.

O movimento do magma faz com que essas placas flutuantes se movam e colidam umas com as outras gerando uma grande produção e liberação de energia, o que ocasiona os terremotos nas regiões de encontro entre placas.

Além disso, as placas tectônicas também podem se separar ou mesmo convergir. Esses movimentos causam, também, os tsunamis, a separação dos continentes, surgimento de vulcões e modificações no relevo, como falhas e montanhas.

A Cordilheira dos Andes e o Himalaia, por exemplo, surgiram a partir da movimentação das placas tectônicas.

Quais Podem Ser as Consequências de um Terremoto?

Um terremoto com 5 a 5.9 graus na escala Richter pode abalar significativamente um prédio com estrutura frágil. Um terremoto com 6 graus ou mais causa grandes estragos e destruição nas áreas em volta do epicentro do terremoto.

Escala Richter ou Escala de Magnitude Local

A escala Richter é utilizada para medir a liberação de energia que acontece em um terremoto. Quanto maior o grau, maior é a destruição que o tremor causa.

Terremotos abaixo de 2 graus não são perceptíveis. Terremotos com 2 a 2,9 graus são registrados pelos sismógrafos, mas também não são sentidos na crosta terrestre.

Terremotos com 3 a 3.9 graus são sentidos, mas costumam não causar estragos. A partir de 4 a 4.9 graus, os tremores podem provocar o movimento de objetos no interior de uma residência, mas danos significativos são improváveis de acontecer.

Terremotos com 5 a 5.9 graus podem abalar prédios com estrutura frágil, mas a estrutura de prédios mais resistentes não costuma ser danificada. Terremotos com 6 a 6.9 graus podem causar destruição em uma área de até 160 km distante de seu epicentro.

A partir dos 7 graus, os terremotos causam danos graves e muita destruição mesmo a centenas de quilômetros de seu epicentro.

Por Que no Chile Ocorrem Terremotos?

Ocorrem terremotos no Chile porque o país está localizado numa região de encontro entre duas placas tectônicas: a Sul-americana, na qual o Brasil está localizada, menos espessa e mais leve, e a placa de Nazca, muito mais pesada, que fica no Oceano Pacífico.

Como essas placas estão em constante choque, o que faz com que a placa de Nazca afunde e a Sul-americana se posicione mais acima dela, a energia gerada por esse atrito constante vai se acumulando ao longo do tempo e, em um dado momento, é liberada para reacomodar as placas, o que ocasiona os terremotos.

Os terremotos que ocorrem no Chile são de grande magnitude e chegam a alcançar mais de 8 graus na escala Richter.

Atualmente, os Terremotos Podem ser Previstos pelo Ser Humano?

A ocorrência de terremotos não pode ser prevista, já que não há um padrão específico que caracterize o evento. No entanto, é possível apontar as falhas geológicas onde a energia vem se acumulando ao longo do tempo entre duas ou mais placas tectônicas, o que faz a ocorrência de um terremoto ser mais propensa a acontecer a qualquer momento.

Os cientistas também apontam as áreas mais propensas à ocorrência dos terremotos para que um modelo mais resistente de construções civis seja orientado, além do esquema de evacuação da população.

Atualizado em: 25/05/2018 na categoria: Terremotos