Por que Temos Zumbido no Ouvido?

O zumbido no ouvido pode vir com outros sintomas, como dor de cabeça e tontura, e é causado, na maioria das vezes, pela exposição a som alto por muito tempo, pela depressão e ansiedade, pelos danos no ouvido devido à idade avançada, labirintite, acúmulo de cera, inflamações e infecções no ouvido médio ou perda auditiva.

Também pode ser provocado pela sinusite, problemas odontológicos, doenças sistêmicas, como a diabetes, além de alterações hormonais.

O consumo de álcool e tabaco pode aumentar ainda mais a percepção do zumbido, assim como a má alimentação e o uso de certos medicamentos, como antidepressivos, antibióticos, anti-inflamatórios, AAS (aspirina) e diuréticos.

Do que se Trata o Zumbido no Ouvido?

O zumbido acontece quando as vias auditivas enviam impulsos para o cérebro mesmo sem haver uma fonte externa gerando o som.

Também chamado de acúfeno, tinnitus ou tinido, é uma sensação persistente de chiado, ou que vai e volta, que não está no ambiente externo e pode ser semelhante ao barulho de uma panela de pressão, de cigarras ou grilos, abelhas, barulho de motor, cachoeira, etc.

O zumbido pode ser tão desconfortável que atrapalha o sono e as atividades diárias do paciente.

Zumbido no Ouvido e Espiritismo – Atividades Mediúnicas

Segundo relatos, no desenvolvimento da atividade mediúnica dentro do Espiritismo Kardecista, várias manifestações corpóreas podem surgir e uma delas é o zumbido, até como forma de despertar a pessoa para a mediunidade.

Mas isso não significa, é claro, que o médium em desenvolvimento deva negligenciar esse sintoma e não procurar um médico para excluir qualquer possibilidade de um problema mais sério, como perda auditiva, inflamações e infecções.

No mais, o estresse causado pelo desenvolvimento da mediunidade, que requer muito estudo, doação e seriedade, pode ser o causador do zumbido. Nesse caso, é preciso estar sempre em sintonia com espíritos superiores, emitindo boas vibrações para recebê-las de volta e se proteger dos espíritos ruins, brincalhões e perturbadores.

Zumbido e Tontura

Quando o zumbido se manifesta juntamente com a tontura, a labirintite é a causa mais provável do surgimento desses e outros sintomas, como enjoos e perda de equilíbrio.

Zumbido ao Deitar-se

O zumbido fica mais evidente quando o paciente se deita para dormir e tudo fica em silêncio. O zumbido ao deitar é percebido com mais intensidade justamente por esse fator. Ele pode até ter estado presente durante o dia, mas não foi percebido porque foi abafado por outros sons externos.

Zumbido e Dor de Cabeça

Se a dor de cabeça estiver presente com o zumbido, eles podem estar sendo causados pela enxaqueca e pela disfunção na articulação da mandíbula, também chamada de articulação temporomandibular (ATM), que causa dificuldade de mastigar, dor e desconforto.