Por que o dólar sobe?

Quem decide a subida ou a queda no valor do dólar é o fluxo de negócios internacionais e a lei da oferta e da procura deste tipo de moeda em cada país. O Estado também tenta intervir na fixação do preço do dólar, mas no final, o que acaba pesando mesmo são as pessoas e o mercado de forma geral, que se interessam ou não em comprar o dólar em um dado momento.A cotação do dólar no mercado brasileiro consiste no valor para o qual é possível comprar ou vender a moeda internacional. Quando existe uma quantidade menor de dólares em circulação no nosso país, o valor de compra e venda acaba ficando maior.

Já na situação contrária, quando se tem uma grande quantidade de dólares circulando no comércio brasileiro, os valores de compra e venda da moeda ficam mais baratos e com isso o seu valor de cotação diminui.

A visão internacional do Brasil em todos os sentidos, políticos, econômicos e sociais, influenciam na subida do valor do dólar. O processo de deterioração política e econômica que o nosso país está vivendo acaba afugentando os investidores e os negócios estrangeiros, o que acaba valorizando o dólar e desvalorizando o real.Estas modificações na cotação do dólar podem ter uma série de fatores que influenciam na sua elevação como o momento político vivenciado pelo país ou ainda indicadores econômicos positivos – fazem o dólar baixar – ou negativos – fazem o dólar subir.

As oscilações no dólar, especialmente as suas elevações, fazem com que toda a vida da sociedade seja afetada, já que muitos produtos são adquiridos e repassados com base em seu valor, fazendo com que o consumo fique mais caro.

É válido lembrar também que quando o dólar está alto, isso significa mais turistas no Brasil, que acabam injetando dinheiro no mercado e, com isso, contribuindo de alguma forma. Mas quando o dólar está baixo, é muito mais barato para os brasileiros viajarem para os Estados Unidos, já que dá pra comprar mais dólares com menos reais!