» » Por Que Rezar o Terço?

Por Que Rezar o Terço?

Rezar o terço é uma forma de devoção. Reza-se para contemplar, louvar e suplicar à Maria, invocando também o bendito fruto de seu ventre, Jesus. Ao rezar o terço repetindo a oração da Ave Maria e do Pai Nosso os fiéis vão percorrendo toda a História da Salvação e seus mistérios, desde o nascimento de Jesus até a sua ressurreição.

Os católicos enxergam no terço não só orações repetitivas, mas sim uma forma de alcançar graça e conforto, para divulgar o bem, resolver conflitos mundiais, converter pessoas e crescer espiritualmente, além de aumentar a força e a proximidade com Cristo, com Maria, com o Espírito Santo e Deus.

O Rosário é dividido em 3 partes iguais com 50 contas cada, e por isso também é chamado de terço. Reza-se 50 Ave Marias em cada terço e contempla-se 3 mistérios da vida do Cristo: Gozosos, Dolorosos e Gloriosos.

O terço não deve ser rezado de maneira mecânica, mas com devoção e piedade, pois só assim é possível alcançar as graças divinas e fortalecer a fé para superar crises na vida.  Segundo a Igreja Católica, para alcançar a paz plena e conseguir um mundo sem guerras é preciso rezar o terço sempre com fé, pois Jesus condena preces vazias.

Por que rezar o Terço da Divina Providência?

O terço da divina providência, como o próprio nome já diz, é uma súplica da ajuda de Deus na terra, é rezado em situações difíceis, como doenças, problemas, obstáculos da vida.

Leia também:

Por Que Não Pode Comer Carne na Sexta-feira Santa?

Por que rezar o Terço da Misericórdia?

No ano de 1935, Santa Faustina teve uma visão de Cristo que lhe mostrava esse terço. Ele deve ser rezado para conseguir o perdão, a misericórdia de Deus pelas más ações e pecados.

Por que rezar o Terço do Amor?

Esse terço atrai coisas boas, graças divinas e nos prepara para algo grandioso. Nele é demonstrado todo o nosso amor por Jesus, toda a nossa gratidão.

Por que rezar o Terço das Santas Chagas?

O propósito deste terço é alcançar a paz plena, a libertação e a cura da alma.

 

Atualizado em: 27/05/2018 na categoria: Religião