» » Por Que a Arara Azul está em Extinção?

Por Que a Arara Azul está em Extinção?

A arara azul está em extinção porque é uma espécie que está sendo muito caçada para ser comercializada clandestinamente e por ter seu habitat natural cada vez mais destruído pelo desmatamento.

É uma espécie muito dócil, por isso os caçadores acabam tirando proveito disso para poder capturá-la com mais facilidade e lucrar com o contrabando. 95% dos seus ninhos ficam localizados em uma árvore chamada manduvi, por ter seu cerne macio. Elas se alimentam de acuri e bocaiuva.

Atualmente, existe um projeto chamado Arara-Azul que luta pela preservação das araras azuis através de monitoramento e recuperação de ninhos naturais, instalação de ninhos artificiais, programas de educação ambiental, além de diversos outros meios que ajudaram a amenizar a situação, mas ainda assim o problema não foi resolvido.

Apesar da Amazônia ser considerada um dos locais de maior biodiversidade no planeta, muitos animais já foram extintos e muitos outros estão em risco de extinção, como a onça pintada, tamanduá-bandeira, Lobo-Guará, peixe boi e o boto cachimbo.

Segundo a UICN (União Internacional para a Conservação da Natureza) um quarto das espécies existentes que conhecemos estão ameaçadas de extinção. Dados de 2014 afirmam que são 1.194 espécies de mamíferos, 1.307 de aves, 1.961 de anfíbios, 902 de répteis e 2.172 de peixes.

Como ocorre a extinção dos animais?

A extinção dos animas pode ocorrer pela ação humana, através das queimadas, desmatamentos, contrabandos, etc, mas também pode acontecer de formas mais naturais por extinção filética, de fundo ou em massa.

  • Filética: Ocorre quando há mudanças gradativas nas populações originais das espécies fazendo com que surjam novas espécies;
  • De fundo: Acontece através da seleção natural. Por exemplo, a competição de duas espécies na luta pela sobrevivência em um mesmo local pode provocar a morte de uma espécie;
  • Em massa: Quando ocorre a morte de um grande número de espécies em pouco tempo. Um exemplo desse tipo foi o Cretáceo-Paleógeno, que foi uma extinção em massa provocada muito provavelmente pela colisão de um asteroide com a terra que vitimou boa parte dos seres vivos da época, incluindo os dinossauros.

Atualizado em: 27/05/2018 na categoria: Animais