Por Que Quem Tem Tatuagem Não Pode Doar Sangue?

Quem tem tatuagem não pode doar sangue porque deve esperar o prazo de 1 ano para assegurar que não há contaminação no sangue do doador causado pela agulha ou qualquer outro instrumento, caso as condições de assepsia não tenham sido respeitadas pelo tatuador. Quem tem tatuagem pode doar sangue sim, desde que tenha um determinado tempo que a tenha feito.

A confirmação para que a pessoa doe sangue após uma tatuagem é feita através de exames laboratoriais. Além disso, para diminuir os riscos é feita uma entrevista para confirmar se a pessoa faz parte de outros grupos que oferecem risco. Geralmente 80% das pessoas são aprovadas nessa entrevista.

Quanto tempo depois de fazer tatuagem pode doar sangue?

Doze meses é o tempo que se deve esperar para poder doar sangue após fazer uma tatuagem. Esse é o tempo considerado seguro para que as pessoas possam desenvolver anticorpos para fazerem o exame da AIDS. O exame também é feito para identificar a presença de chagas, hepatite e sífilis.

Esse tempo de espera vale também para quem fez maquiagens definitivas ou colocou piercings, mas se ele for na região da mucosa precisa ser retirado e somente depois de doze meses após a retirada é que o doador poderá doar sangue.

Quem não pode doar sangue?

Quem não pode doar sangue são pessoas incluídas nos seguintes grupos:

  • Comportamento sexual promíscuo;
  • Usuários de drogas;
  • Que tenham viajado para países com epidemias;
  • Que tiveram hepatite depois dos 10 anos de idade;
  • Que tiveram hepatite B ou C;
  • Diabéticos que usam insulina ou anti-hipoglicemiantes por via oral;
  • Que tenham febre;
  • Peso abaixo de 50 kg;
  • Mais de 65 anos;
  • Epilépticos ou que tenham crises de asma;
  • Mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Existem outros diversos fatores que impedem. No Brasil são feitas mais de 3 milhões de doações por ano, mas essa quantidade ainda é insuficiente e deixa a vida de milhares de pessoas em risco.