Por que o Mar Vermelho tem esse nome?

Hipóteses não faltam para tentar explicar o porquê do Mar Vermelho, que fica entre a África e a península Arábica, ter recebido esse nome. Uns afirmam que essa nomenclatura deve-se ao fato de que as terras próximas do Mar Vermelho possuem montanhas ricas em minério de ferro, de cor avermelhada.

Como a paisagem da área é muito desértica, e por causa de ventos contínuos e uma vegetação bem rasteira e esparsa, a poeira avermelhada é levada até o mar.

 

Outra possibilidade seria a existência de uma alga chamada de Trichodesmium erythraeum no Mar Vermelho que, ao morrer, fica avermelhada e então altera a coloração da água, hipótese esta que não é comprovada cientificamente já que o Mar Vermelho é pobre em nutrientes e não oferece suporta à proliferação de algas.Há ainda uma terceira explicação, baseada na mitologia persa! A hipótese supõe que esse nome foi dado em homenagem ao rei Éritras, há muito, muito tempo atrás, antes de Cristo.

Nessa época, o mar Vermelho era chamado de Eritreu, nome derivado do prefixo grego eritro, que significa vermelho.

Acha que acabou? Então está enganado! Outra explicação sugere ainda que o Mar Vermelho é assim chamado porque o sul da Palestina era conhecido como terra dos edomitas – os vermelhos, segundo afirma o zoólogo Francis Dov Por, da Universidade Hebraica de Jerusalém, em Israel.

Mas não se engane! O Mar Vermelho não é vermelho, e é por isso que todas essas explicações são apenas hipóteses! Ao longe, suas águas tem coloração azulada e são bastante límpidas, permitindo até mergulhos!

Localizado entre a Península Arábica e a África, o Mar Vermelho fica em um dos lugares tidos como berço da raça humana e, como dizem os cristãos, foi o local onde ocorreu um dos mais importantes episódios bíblicos.

É também no Mar Vermelho que encontra-se o Canal de Suez, que possibilita a navegação direta do Mar Mediterrâneo ao Mar Vermelho.

Mar Vermelho – Moisés

 

De acordo com a Bíblia, em um tempo de escravidão no Egito, um príncipe adotado, porém de origem hebraica chamado Moisés, abriu o Mar Vermelho para livrar seu povo de toda a submissão feita pelo faraó.

Tudo acontece quando, após permitir a partida dos hebreus, o faraó revoga sua decisão, enviando seu exército em busca dos escravos, porém Moisés usa sua fé aliada ao poder de Deus e abre o mar, possibilitando a travessia e, assim, a libertação dos Hebreus.

Mar Vermelho Hoje

 

O mar vermelho possui 1900 km de extensão por 300 km de largura, além de 500 m de profundidade média aliados a 2500 m de profundidade em sua fossa central.

Sua forma e existência se devem à separação entre a placa da África e a placa da Península Arábica. É um destino turístico privilegiado, pois conta com uma população de mais de 1000 espécies de invertebrados, 200 espécies de corais e 300 espécies de tubarões, possibilitando atividades como o mergulho, já que suas águas são bastante limpas.

Também é importante destacar que os ventos dessa área podem surgir inesperadamente, sem contar com as correntes marítimas, que podem ser fortes e levar viajantes a destinos perigosos.