Por que nos Arrepiamos?

O arrepio é apenas uma herança evolutiva. Na maioria das vezes, é uma estratégia do nosso próprio corpo quando estamos com frio. A partir dessa sensação, o cérebro envia uma mensagem para que os pelos fiquem arrepiados, mais levantados, formando uma espécie de cobertor para que isso nos proteja da baixa sensação térmica.

É comum nos arrepiarmos em situações de medo, alta tensão ou frio, mas isso acontece essencialmente por uma característica evolutiva.

Nossos ancestrais eram muito mais peludos do que somos hoje, e isso servia para que eles se protegessem do frio e dos possíveis predadores, eriçando os pelos para parecerem maiores e manterem o calor no corpo.

Com a evolução, nós fomos perdendo esses pelos conforme fomos usando roupas, construindo moradias, e desenvolvendo armas, mas mantivemos esse mecanismo que ativa o arrepio dos pelos para servir de proteção, numa tentativa de driblar o frio e possíveis situações de perigo.

Animais com pelos ou penas possuem a estratégia de eriçar sua cobertura para armazenarem o calor e se protegerem do frio. Essa proteção pode ser de outros animais, ou seja, possíveis predadores, ou do frio.

Por isso nos arrepiamos quando estamos em situação de alta tensão ou quando estamos com frio, trata-se simplesmente de uma característica de nossos antepassados que ainda não foi ultrapassada pelo tempo.