» » Por que as pessoas gritam?

Por que as pessoas gritam?

Gritar faz com que o indivíduo se sinta mais poderoso, influente, ameaçador ou autoritário. Os gritos têm o poder de fazer com que os outros sejam pegos de surpresa, fiquem mais atentos ou com medo.
O grito também surge fácil na presença da raiva ou da euforia em excesso. É como se ele fosse uma válvula de escape para todos os sentimentos que ficam “entalados na garganta” e são demonstrados com gritos, ou seja, de maneira exagerada e emotiva.Na primeira etapa da pesquisa, feita com base em vídeos do YouTube, voluntários e áudios de filmes, foi medir o tom dos gritos e depois compará-los com os de uma conversa espontânea e natural, analisando as reações das pessoas ao volume da voz.

Depois, foram estudadas as imagens e percepções dos cérebros dos participantes e o que descobriu-se foi que os gritos são interpretados de maneira diferente. Eles passam primeiro pela região das amígdalas, que promovem o processamento do medo no cérebro.A partir das mesmas pesquisas, notou-se que os gritos acionam o circuito da sensação do medo. As amígdalas são sensíveis às informações sobre medo. Isso mostra que os gritos são percebidos não apenas como um tipo de som, mas um incentivo para a conscientização.

As pesquisas também mapearam o que chamam vulgarmente de “aspereza“, uma descrição acústica que mede o quão rápido um som altera de volume. Enquanto a fala humana tem variação entre quatro e cinco hertz, a unidade que mede a frequência, os gritos vão variando de 30 a 150 hertz, representando que, quanto maior a alteração de som, mais amedrontador ele será.

Por Que as Pessoas Gritam Quando Discutem?

O grito, como já foi dito antes, é uma válvula de escape para nossas emoções. A raiva, o desespero, a dor, a tristeza ou a alegria, algumas vezes, são expressados através do grito.

Quando duas pessoas discutem, seus nervos estão à flor da pele, ou seja, suas emoções estão descontroladas, pois se não estivessem, essas pessoas nem sequer estariam brigando. Com as emoções assim, não temos muito controle sobre nossas palavras, ações ou mesmo sobre o nosso tom de voz e, por isso, gritamos quando estamos com raiva.

Atualizado em: 25/05/2018 na categoria: Cotidiano