» » Por que a Síria está em guerra?

Por que a Síria está em guerra?

Entender a Guerra Civil da Síria vai muito além de entender o terrorismo e Estado Islâmico. Já se passaram três longos anos de bombardeios e ataques entre grupos que são a favor e contra o presidente sírio: Bashar AlAssad.

Para entender a Guerra Civil Síria, temos que voltar a 2011 e lembrar que no início daquele ano as populações do Egito, Tunísia e Líbia se revoltaram contra seus governos ditatórios. Durante a Insurreição da Primavera Árabe a população síria que era contra o governo do país também começou a protestar.

Foram apenas quatro meses de manifestações pacíficas, mas os manifestantes começaram a ser brutalmente reprimidos e decidiram lutar com armas pela liberdade de seu país. Em 2012, o conflito foi declarado pela ONU e Cruz Vermelha como Guerra Civil.

O país do Oriente Médio atualmente encontra-se destruído, sua infraestrutura que já era precária ficou ainda pior. Uma crise humanitária na região se instalou e mais de 140 mil pessoas foram mortas desde 2011.

Entretanto, não são apenas esses grupos que estão matando e assustando a população Síria. A Rússia está do lado do ditador e por isso, é contra os manifestantes. Já os Estados Unidos são contra o ditador e, portanto, apoiam – e fornecem armas para quem luta contra Al-Assad.

E mais recentemente, a França entrou com ataques a cidade de Raqqa – a sede do Estado Islâmico – depois dos ataques terroristas que sofreram em seu território.

Atualizado em: 15/05/2017 na categoria: História